Papéis especiais, papéis para scrapbook e papéis digitais – Papéis na papelaria personalizada – Parte 10

Um guia completo sobre os papéis utilizados na papelaria personalizada

Continuando a série sobre os papéis utilizados na papelaria personalizada, hoje, vou falar sobre os papéis especiais, os papéis para scrapbook e os papéis digitais.

Se você não viu os outros posts da série sobre os papéis utilizados na papelaria personalizada, vou deixar o link a seguir para você.

Você pode se interessar por

Papéis especiais, papéis para scrapbook e papéis digitais

Papéis especiais

Os Papéis Especiais são todos os papéis que recebem revestimentos e recursos para terem atributos diferenciados, especiais.

Existem papéis com acabamento metalizado, perolado, texturizado, com glitter etc.

É grande a variedade de cores e gramaturas desses papéis. Alguns desses papéis também podem ser adesivos.

Por serem especiais, esses papéis normalmente são mais caros que os outros papéis, mas eles podem enriquecer nossos trabalhos, possibilitando diversas oportunidades. Basta ter criatividade!

Papéis para Scrapbook

Antes de falar dos papéis usados para scrapbook, acho interessante falar sobre o que é scrapbook.

O scrapbook é uma técnica de personalizar álbuns de fotografias ou agendas com recortes de fotos, convites e qualquer outro material que possa ser colado e guardado no interior de um livro como lembrança de bons momentos.

papeis-especiais
Papéis Especiais – Papéis para Scrapbook – Papéis Digitais

Os Papéis para Scrapbook são papéis nas medidas de 30,5 cm x 30,5 cm (ou 12 polegadas x 12 polegadas), com gramatura de 180 g, que já são estampados e disponíveis em diversos temas.

Normalmente, os papéis para scrapbook são livres de ácidos (acid-free) e de lignina (lignin-free).

Um dos papéis para scrapbook mais famoso é o Cardstock. Esse papel lembra bastante a cartolina, sendo comumente usado em cores lisas para fazer a base do scrapbook.

Papéis digitais

Nem sempre conseguimos os papéis nas estampas e/ou cores desejadas. Neste caso, é possível criar um Papel Digital e imprimir em Papel Offset ou em Papel Fotográfico. Também é possível utilizar o Papel Digital para personalizar um produto.

Existem Papéis Digitais pagos e gratuitos. Para uma impressão com qualidade, o Papel Digital precisa ter uma ótima resolução. O recomendado é de 300 dpi.

Quando for utilizar um Papel Digital, você deve tomar cuidado com a licença de uso do arquivo.

Por exemplo, você deve verificar se os papéis podem ser usados para produção de produtos (uso comercial) ou se podem ser usados apenas para uso pessoal. Alguns criadores pedem que você indique quem criou o arquivo (a chamada atribuição).

A dica que dou é: sempre verifique a licença de uso do arquivo.

Lembre-se que o fato de o arquivo ser disponibilizado gratuitamente, ou o fato de você ter comprado o arquivo, não significa que você pode distribui-lo para quem quiser e muito menos, vender o arquivo.

Caso alguém queira utilizar o mesmo arquivo que você, ao invés de enviar o arquivo, envie o link do site onde você o encontrou e onde a pessoa também poderá fazer o download gratuito.

Se fizer dessa forma, você ajudará a promover o site criador do arquivo, proporcionando recursos para que ele continue criando novos arquivos, e garante que não terá problemas judiciais futuros.

Existem diversos sites com Papéis Digitais grátis (por exemplo, FreePik). Aqui no Blog, disponibilizamos diversos papéis digitais grátis.

Não perca o próximo post

O próximo post será o último da série sobre os papéis usados na papelaria personalizada e, nele, irei falar sobre o armazenamento dos papéis.

Não perca, o post será publicado no dia 19/03/2021.